Escravos sem saber

As palavras têm um poder tremendo, podem gerar vida ou acabar com ela. Nelas encontramos verdades ou nos enlaçamos em mentiras. Elas tomam a nossa atenção, elas criam raízes. Elas existem e persistem… na nossa mente, na nossa conduta. Quando mal atribuídas podem sujeitar-nos a uma história completamente diferente daquilo que nos estava proposto.

Olhando para nós, quanta intensidade já colocamos nas nossas palavras? A intensidade foi em erguer ou derrubar? A intensidade foi em libertar ou escravizar?

Por isso mesmo é que eu não consigo parar de me focar em Deus, sobre aquilo que Ele diz a nosso respeito. A intensidade de amor que as Suas palavras carregam é tamanha ao ponto que Jesus se fez humano para provar isso mesmo. Ele libertou-nos de um jugo pesado, de palavras amargas e destrutivas. Ele apresentou-nos o Pai que nos trouxe uma verdadeira revelação de quem Ele é e de quem nós somos.

Ouve com atenção quando Ele diz que és forte ainda que te sintas na maior fraqueza. Ouve e concentra-te como Ele te criou ainda que te sintas inapropriado(a). Ouve e delicia-te quando Ele diz que és filho(a) amado(a), embora penses que não te encaixas. Olha para ti… não existe ninguém igual. Um Deus único que te criou à Sua imagem e semelhança: único(a).

Agora, preferes acreditar na verdade que te liberta ou na mentira que te escraviza?

ANA MARGARIDA.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s