Qual a diferença entre Inveja e Cobiça?

Na igreja onde eu congrego, iniciamos o ano da EBD (Escola Bíblica Dominical) estudando sobre o pecado da inveja. Estamos utilizando como base o livro do pastor Bob Sorge “Inveja: o inimigo interior”.

Durante as primeiras aulas, um irmão levantou a questão que trago no título do post: Qual a diferença entre inveja e cobiça? Isso porque quando lemos e pensamos sobre o décimo mandamento, sua aplicação parece muito ligada ao que entendemos do que seja o pecado da inveja.

Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo (Êxodo 20:17)

Mas olhando para uma passagem da Escritura onde a inveja aparece em ação, começamos a compreender que há uma diferença. Vejamos:

E semeou Isaque naquela mesma terra, e colheu naquele mesmo ano cem medidas, porque o Senhor o abençoava. E engradeceu-se o homem, e ia enriquecendo-se, até que se tornou mui poderoso. E tinha possessão de ovelhas, e possessão de vacas, e muita gente de serviço, de maneira que os filisteus o invejavam. […] Disse também Abimeleque a Isaque: Aparta-te de nós; porque muito mais poderoso te tens feito do que nós. (Gênesis 26: 12-14; 16)

Mas antes, os significados das palavras:

INVEJA

No hebraico (qin´ah) significa, originalmente, uma queimadura no rosto, e então a cor produzida no rosto por uma profunda emoção, ou seja, ardor, zelo, inveja.

No latim (invídia) significa “espiar de perto para”; “olhar com intenção maliciosa”

No Grego (zelos) é usualmente trazido no bom sentido como zelo, entretanto é usado no mau sentido, como inveja.

A intenção do verbo é expressar a forte emoção com que o sujeito deseja algum aspecto do objeto ou sua posse. Quando a pessoa tem zelo (interesse, atenção…) pela propriedade ou posição dos outros, esperando poder obtê-las.

Uma malevolência (hostilidade, birra, aversão…) com respeito às vantagens que outros possam desfrutar.

Existem versões bíblicas que substituem inveja por ciúmes, porém essas palavras não são sinônimas . O ciúme nos faz temer perder aquilo que possuímos, enquanto a inveja provoca tristeza pelo fato dos outros possuírem aquilo que não temos.

COBIÇA

É o pecado do desejo ilícito!

Na Bíblia podemos encontrar várias palavras no texto original que nos ajudam a compreender o termo:

No hebraico:

Hamad é a palavra que se remete ao desejo pela possessão alheia (Dt 5.21)

Betsa´ o desejo pelo lucro desonesto (Pv 28.16)

´Avah o desejo egoísta (Pv 21.26)

O verbo pode significar “desejar intensamente”, “sentir prazer em”, “desejar apaixonadamente”. A cobiça aparece também na Bíblia na forma de avareza, amor ao dinheiro, concupiscência; é o desejo irrefreado e ilícito por aquilo que pertence de modo legítimo ao nosso próximo. Entretanto isso vai além dos aspectos externos de nossas condutas e chega até as atividades ocultas da mente, do coração e da vontade, e revela os motivos e as intenções do coração.

A palavra grega traduzida por cobiça, descreve a sede de possuir mais, cada vez mais, sempre mais! Que o leva a ganância que é o anseio descontrolado de possuir sempre mais.

CONCLUSÃO

Na cobiça a pessoa deseja intensamente aquilo que pertence ao próximo; enquanto na inveja, a satisfação se dá pela obtenção em detrimento do próximo, ou seja, a pessoa quer que a outra não tenha o que ela tem. Não basta ter algo igual ou semelhante.

É o que vemos exatamente na passagem citada acima de Gênesis 26. Isaque prosperou sobremaneira em Gerar, e aqueles homens na sua inveja tentaram pelo menos de duas formas o privar daquela prosperidade: 1. Abimeleque mandou ele sair da terra; 2. Os pastores de Gerar não satisfeitos, contenderam com os pastores de Isaque pelos poços que eles cavaram, chegando a entulhá-los várias vezes.

“Na cobiça a pessoa deseja intensamente aquilo que pertence ao próximo; enquanto na inveja, a satisfação se dá pela obtenção em detrimento do próximo, ou seja, a pessoa quer que a outra não tenha o que ela tem. Não basta ter algo igual ou semelhante.”

KELLY OLIVEIRA BA.


 Fonte: Texto adaptado de Jefferson Tavares: EBD – Qual a diferença entre inveja e cobiça? Publicado em https://jovensjdl.wordpress.com/2013/02/27/ebd-qual-a-diferenca-entre-inveja-e-cobica/

Bibliografia citada:
– Novo Dicionário da Bíblia /J.D Douglas – 3 edição -São Paulo ;Vida Nova,2006.
– A Palavra de Deus e o pecado/L.R.Shelton.Jr-Editora Aleluia,2002.
– Bíblia de Estudo Palavra Chave  Hebraico e Grego-2 Ed, Rio de Janeiro,Cpad,2011.

Versão bíblica utilizada: Almeida Atualizada e Corrigida

8 Comments

    1. É verdade, tanto a cobiça como a inveja são destruidoras. Falar sobre esse assunto através das Escrituras com pequenos ou grandes grupos é uma boa estratégia. Precisamos ser mais vulneráveis uns com os outros, estamos todos no mesmo barco da Fé.

      Obrigada Ricardo!

      Curtido por 1 pessoa

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s