É injusto julgar…

É injusto julgar a conduta de qualquer pessoa sem conhecer profundamente a sua situação. Ninguém que não conheça a intimidade de uma família pode avaliar as dificuldades de qualquer membro dela.

Do livro: Emma, de Jane Austen. Publicado originalmente em 1815. Edição: Landmark, 2010.

4 Comments

    1. Olá Carlos! Pelo que observo dos seus gostos literários, que é bem diverso por sinal (não é verdade?), aposto que talvez você pudesse gostar. Entretanto, reconheço que as histórias da Jane Austen tendem a agradar mais as mulheres, pelo menos é essa a minha percepção.

      A questão é que seja o leitor homem ou mulher, entendo os que amam a autora (e eu estou desse lado) e os que não gostam tanto (reconheço os possíveis motivos).

      Eu comecei pelo clássico dela “Orgulho e Preconceito” e não me arrependo. Até hoje considero um dos favoritos.

      Curtido por 1 pessoa

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s