Jane Austen, sobre as qualidades femininas:

E como parece que os homens são muito mais filosóficos a respeito da beleza do que em geral se pensa, ainda que se apaixonem por mentes bem esclarecidas ao invés de rostos bonitos, uma moça tão bonita como H. pode ter a certeza de ser admirada e pretendida e de ter o poder de escolher entre muitos, como consequência de ser bonita. Sua boa índole também não é um atrativo desprezível, porque inclui no caso dela total docilidade de temperamento e maneiras, uma modesta opinião de si mesma e grande disposição para agradar aos outros. Estou enganada se o seu sexo em geral não considerar tal beleza e temperamento as mais altas qualidades que uma mulher pode possuir.

Do livro: Emma, de Jane Austen. Publicado originalmente em 1815. Edição: Landmark, 2010.