Um novo significado

As memórias devem ser preservadas, ainda que dolorosas. Não o digo sem piedade ou com desprezo da jornada de cada pessoa, mas porque existe beleza na transformação da qual elas podem ser alvo. Se eu dissesse que Deus não deseja que as tuas memórias sejam apagadas – mesmo que sejam as piores de todas – acharias que estava a ser um Deus injusto? Pois é… eu própria ainda tenho uma visão muito fatalista da vida. Deste modo, o meu objectivo não é que se sintam mal, mas que me acompanhem no que aprendi há algumas semanas atrás.

Continue reading →