Resenha livro: Heidi, a menina dos Alpes de Johanna Spyri

Então vou lhe dizer o que fazer: quando estamos sofrendo por alguma coisa que não podemos contar a ninguém, conversamos com Deus no céu e pedimos ajuda, pois Ele é capaz de nos aliviar de qualquer sofrimento. Você entende isso, não entende? Reza todas as noites para Deus no céu e agradece tudo de bom que Ele deu e pede pra que Ele a proteja de todo mal?

Continue reading →

Resenha livro: Para salvar uma vida de Jim&Rachel Britts

Para contribuir com o #SetembroAmarelo, resolvi repostar minhas impressões de leitura sobre esse livro de ficção cristã que tem como pano de fundo o tema do suicídio na adolescência. Fica a dica de um ótimo presente para jovens e adolescentes, como também uma leitura muito indicada para pais, professores, líderes etc, para que possam compreender um pouco mais da mentalidade da juventude atual.

Compartilhe esse post!

Continue reading →

As Crónicas de Nárnia: O Cavalo e o Seu Rapaz

Finalmente, tenho uma crónica nas minhas mãos! Esta trata-se da terceira crónica seguida da crónica “O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa”. Aqui, Nárnia já existe e a sua fama é bem aclamada. Porém, Xassta faz parte do pequeno grupo de pessoas que nunca ouviu falar de Nárnia. Na verdade, o rapaz não sabe a sua história. Nem de onde veio e nem para onde vai.

Continue reading →

Resenha livro: Resgatado de John Bevere

Li Resgatado sob indicação do Bruno que participou da nossa brincadeira de aniversário do blog INDIQUE-ME UM LIVRO. Fiz questão de não procurar nada sobre o livro, queria ser totalmente surpreendida (positivamente ou negativamente) pela leitura. E foi isso o que aconteceu desde o primeiro capítulo… surpresas e mais surpresas.

Continue reading →

Resenha livro: Tilly de Frank E. Peretti

Conheci as obras do escritor Frank Peretti na virada da infância para adolescência. Lembro-me que até então, só havia lido ficções seculares e que foi realmente incrível ver as temáticas cristãs na literatura. Por isso, com nostalgia, sempre que posso volto ao gênero. Gosto muito da proposta da mescla cristianismo e literatura e penso inclusive, que deveria ser mais explorada.

Continue reading →