Identificação

­­­­Consideraram-te bastardo, sem saberem que eras filho do próprio Deus que eles tão zelosamente faziam menção de falar. Viveste pacientemente segundo a cultura em que nasceste, porque sempre fez parte de ti respeitar os homens e as suas formas de estar, de viver.

Continue reading →

Resenha livro: Em defesa de Cristo de Lee Strobel

[Aquele que eu li em janeiro e resolvi escrever só agora]

Inspirada pelo Rudi do(s) Hiattos [😄] resolvi publicar minhas impressões desse livro, que li em janeiro e cheguei até fazer uns rascunhos de texto, mas não publiquei no blog.

Continue reading →