A esposa de João Wesley

Mary Vazeille foi apresentada a João Wesley em 1751 por um amigo incomum chamado Vicent Perronet. Vazeille era viúva, mãe de quatro filhos, possuía uma boa situação financeira, e parecia ter as qualidades que devem adornar uma esposa de pastor. O casamento foi tratado rapidamente, sendo realizado 15 dias após ser combinado. Vazeille viveu até o ano 1781, e durante aqueles trinta anos era para o marido a encarnação de uma tormenta constante. A princípio ela lhe acompanhava em suas viagens de pregação, mas o seu gênio de ficar descontente, e de contrariar a todos ao seu redor, acabou com isso. Dentro de um mês depois do casamento o tópico predileto desta notável mulher foi conversar sobre as faltas do seu grande marido.

Continue reading →

Uma carta de Susana Wesley ao seu filho

Susana Wesley foi uma mulher admirável. Seu cuidado com os seus filhos se estendeu pra além da infância deles. Conta-nos a história que João Wesley aos 22 anos de idade era um estudante de Oxford, porém ainda não tinha escolhido a sua carreira. Em uma carta aos seus pais expressou muita duvida quanto a essa questão e principalmente não desejava se consagrar ao ministério cristão. Seu pai respondeu-lhe que não devia abraçar semelhante carreira “como os filhos de Eli, para ter um pedaço de pão para comer”, mas sim, só para glorificar a Deus e ser útil aos homens. Susana por sua vez, preocupada com a vida espiritual do filho enviou-lhe uma carta que operou grande efeito na vida de Wesley nesse período. Eis a carta:

Continue reading →

Susana Wesley (1669-1742)

Susana Wesley é conhecida ainda em nossos dias por ter sido a mãe de João Wesley e Carlos Wesley, pais do Metodismo. É atribuído ao esforço direto e assíduo dessa mulher cristã o caráter de seus filhos. Com a máxima razão é dito que Susana foi a mãe, não somente dos Wesleys, como também do próprio Metodismo. Era filha de Mary White e do Dr. Annesley, um dos teólogos de maior distinção entre os puritanos. Dotada de admirável inteligência, recebeu uma educação sólida e abrangente, que incluía o conhecimento de idiomas, filosofia, teologia e muitas questões eclesiásticas.

Continue reading →