Resenha livro: Rota de Fuga, a história não contada da SS de Maurício Munhoz

Meu medo é você também estar acreditando que a ditadura e a violência sejam o remédio para uma sociedade doente. Até antes de te encontrar aqui em Roma, eu sabia dos seus serviços a esse grupo político. Mas como você sabe, esse processo de dominação não passa da manipulação da miséria de um povo. No entanto, agora estou vendo, você também está fascinado por esse regime totalitário. Que Deus o faça enxergar a verdade, meu amigo, e o ilumine para escolher o lado certo.

Continue reading →

Resenha livro: Peter Pan de J.M. Barrie

Toda criança se sente assim da primeira vez que é tratada com injustiça. Quando a criança se aproxima de você, querendo se entregar a você, a única coisa que ela pensa que merece é um tratamento justo. Depois que você for injusto com ela, ela vai voltar a amá-lo, mas nunca mais vai voltar a ser a mesma criança. Ninguém nunca se recupera da primeira injustiça; ninguém, exceto Peter. Ele sempre sofria injustiças, mas sempre as esquecia. Acho que essa era a verdadeira diferença entre ele e todos os outros.

Continue reading →

Resenha livro: Simplesmente Crente de Michael Horton

Sou aterrorizado pelo tédio. Até mais do que pelo fracasso. Enfrentar mais um dia, com chamados corriqueiros para pessoas comuns à nossa volta é muito mais difícil do que correr atrás dos sonhos que projetei para a grande história da minha vida.

Continue reading →

Resenha livro: Para salvar uma vida de Jim&Rachel Britts

Para contribuir com o #SetembroAmarelo, resolvi repostar minhas impressões de leitura sobre esse livro de ficção cristã que tem como pano de fundo o tema do suicídio na adolescência. Fica a dica de um ótimo presente para jovens e adolescentes, como também uma leitura muito indicada para pais, professores, líderes etc, para que possam compreender um pouco mais da mentalidade da juventude atual.

Compartilhe esse post!

Continue reading →

Resenha livro: Justificação e Regeneração de Charles Leiter

Dois grandes milagres encontram-se bem no coração e no cerne do evangelho. O primeiro é a justificação, por meio da qual criminosos são considerados justos aos olhos de um Juiz santo e reto. O segundo é a regeneração, por meio da qual pecadores malignos, escravizados e odiosos são transformados para amar a Deus e os homens.

Continue reading →