Breve comentário: 5 sermões em Cantares de Salomão por Robert Murray M’Cheyne

Minha leitura bíblica na versão NVT chegou em Cantares de Salomão ou como também é conhecido Cântico dos Cânticos. Um dos livros da bíblia que nunca parei seriamente para meditar ou entender sua mensagem. Resolvi então, ler essa pequena seleção de sermões do Murray, traduzida e publicada pelo site O Estandarte de Cristo, que aproveito […]

Leia mais Breve comentário: 5 sermões em Cantares de Salomão por Robert Murray M’Cheyne

Resenha livro: Frida Vingren de Isael de Araujo

Frida Vingren viveu entre 1891 e 1940, era sueca, filha do casal luterano Jonas Strandberg e Kristina Margareta Sundelin. Seu nome foi inspirado na palavra nórdica frior, que significa “paz”. Desde muito nova se sentia inclinada a chamada missionária e logo que possível começou a preparar-se para tal. Ela fequentou cursos bíblicos, cursou enfermagem durante quase dois anos e meio – chegando a atuar como chefe da seção de enfermaria no Hospital Sabbatsbergs –, dedicando-se ainda à arte fotográfica.

Leia mais Resenha livro: Frida Vingren de Isael de Araujo

Resenha livro: Um Coração Ardente de John Bevere

Um coração ardente, publicado originalmente em 1999, é o quarto livro do John Bevere que leio. Há alguma coisa no estilo de escrita dele que me desagrada um pouco – uma insistência em descrever experiências espirituais de cultos e devocionais particulares -, mas para já estar na quarta leitura do autor é porque apesar de uma coisa ou outra, suas obras têm me edificado – e muito!

Leia mais Resenha livro: Um Coração Ardente de John Bevere

Resenha livro: A Queda de Diogo Mainardi

Diogo Mainardi (1962- ) é um dos jornalistas que criou em 2015 o amado e odiado site jornalístico autointitulado de direita: Antagonista. Reacionário assumido. Um mordaz crítico das esquerdas e do populismo político no Brasil e mais especificamente do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, já à época do escândalo do mensalão quando utilizou seu espaço na coluna da revista Veja para incomodar o Partido dos Trabalhadores e os demais “companheiros”.

A Queda publicado em 2012 pela editora Record porém, nada têm a ver com o jornalismo ou com a política nacional. A Queda é a expressão dos sentimentos desse Mainardi polêmico, daquilo que foi um divisor de águas na sua vida.
A Queda publicado em 2012 pela editora Record porém, nada têm a ver com o jornalismo ou com a política nacional. A Queda é a expressão dos sentimentos desse Mainardi polêmico, daquilo que foi um divisor de águas na sua vida…

Leia mais Resenha livro: A Queda de Diogo Mainardi