Nada que perdemos se vai sem propósito

Nada que perdemos se vai sem propósito. Toda dor e perda é planejada e usada para o bem daqueles que amam a Deus, e no fim nos faz mais parecidas com Cristo.

Do livro: 21 Dias Com Minha Amiga Elisabeth, de Francine V. Walsh. Ministério Graça em Flor, 2017, 71p.

Dissolução da masculinidade

A culpa por tal estado corrupto e decadente não pode ser lançada completamente sobre a mulher, como freqüentemente o fazemos. O problema está justamente nos homens que se encontram atrás dos púlpitos e nos lares. Com a dissolução da masculinidade cristã neste século, os homens tornaram-se adoradores de sexo, efeminados, que não lideram e são liderados. Eles têm seguido os seus ídolos de cinema na prática da nudez, ao invés de seguirem a pureza de Jesus Cristo. […] Entretanto, qualquer pessoa que ouse falar contra a nudez pública é imediatamente menosprezada como legalista, fariseu e — o pior de tudo — fundamentalista.

Do livro: Deus O Estilista, de Jeff Pollard. Editora Fiel, 2006, 78p.

Nudez pública

…o exemplo mais vergonhoso da surpreendente influência da indústria cinematográfica sobre a mentalidade das pessoas não foi o de seduzir as mulheres a se exibirem nuas, e sim o de seduzir homens. O apóstolo Paulo nos diz que Eva foi enganada, mas que Adão a seguiu conscientemente. Assim como Adão, os homens têm seguido a “Eva” cinematográfica na nudez pública.

Do livro: Deus O Estilista, de Jeff Pollard. Editora Fiel, 2006, 78p.

Os mornos estão enganados

Nem o frio e nem o quente estão enganados com relação ao seu relacionamento com Deus, mas os mornos estão enganados. Eles pensam que a condição deles é algo que na verdade não é. Eles acham que eles pertencem a Jesus. É por isso que eles são piores do que se pecadores assumidos. Pecadores sabem que não estão servindo a Deus; por isso eles são mais fáceis de serem alcançados. Pessoas mornas acham que estão servindo a Deus. Elas confessam sua salvação, mas estão fora da graça de Deus que professam. Elas são mais difíceis de serem convencidas.

Do livro: Um coração ardente, de John Bevere, 1999 – Dynamus, 2010, 183p.

Santidade

Sem santidade ninguém verá ao Senhor. Será que temos crido nessas palavras, ou temos somente as citado da nossa Bíblia?

Do livro: Um coração ardente, de John Bevere, 1999 – Dynamus, 2010, 183p.

O que nos une

O que nos une – o que sempre nos unirá – é a queda.

Do livro: A Queda de Diogo Mainardi – Record, 2012, 150p.

A dor na literatura

Chorei por meia hora. Depois de ter chorado por meia hora, chorei por uma hora. Depois de ter chorado por uma hora, chorei por duas horas.

Do livro: A Queda de Diogo Mainardi – Record, 2012, 150p.